Home > Emergências Químicas > O que Fazer ?
O que Fazer em Caso de Acidente ?

O que são produtos perigosos?

É todo produto relacionado na Resolução Nº 420/04 da ANTT(Agência Nacional de Transportes Terrestres), que represente risco para a saúde das pessoas, para a segurança pública ou para o meio ambiente. A Resolução esclarece, além das informações gerais, os números ONU(Organização das Nações Unidas)e de risco, a classe de risco, o risco subsidiário dos produtos.

O que é transporte de produtos perigosos?

É o deslocamento de uma produto perigoso de um ponto para outro com técnicas e cuidados especiais.

Os veículos que transportam produtos perigosos são identificados pelo uso de um retângulo de cor laranja, de tamanho 30x40 cm, chamado painel de seguranca afixado nas laterais, na frente e na traseira e em alguns casos pelo porte de um losângulo de tamanho 30x30 cm, de cores e desenhos variados, chamado rótulo de risco, afixado nas laterais e traseira. Observe que os veículos que transportam combustível para os postos e gás de cozinha para as residências, possuem esses símbolos. Observe também que não são apenas os caminhões tanque que transportam produtos perigosos. Os caminhões de carrocaria aberta e fechada transportam tambores, bombonas, botijões e cilindros. Os rótulos de risco identificam a classe de risco do produto e os painéis de seguranca, através de números identificam seus riscos e o produto transportado. Quando o painel de seguranca não portar números, significa que no veículo encontram-se vários produtos embalados.
 
Se, durante a viagem, você encontrar um veículo com esses símbolos, envolvido em um acidente, faça o seguinte:

1- Não se aproxime, nem mesmo para tentar socorrer o motorista. Existem produtos que liberam gases incolores e inodoros e você corre o risco de se intoxicar gravemente, podendo ser fatal;

2- Anote em um papel os números que estão no painel de segurança e a cor do rótulo de risco. Tenha o cuidado para não anotar errado, pois a inversão de apenas um número poderá prejudicar o atendimento à emergência por parte das equipes de socorro. Procure verificar se há vazamento de líquido ou gases;

3- Tente avisar os motoristas que viajam no sentido contrário ao seu para que não se aproximem do local e avise a
Policia Rodoviária e o Corpo de Bombeiros, através dos telefones 190 e 193 ou da primeira viatura que encontrar, informando os números anotados, a rodovia e o km exato do local do acidente;

4- Se for possível e com ajuda de outros motoristas, tente impedir a aproximação de curiosos, porém não permita que ocupem o acostamento da rodovia, pois as equipes que atenderam a emergência necessitam ter acesso livre ao local;

5- Caso o motorista esteja consciente, lembre-o que ele deve manter em mãos um documento chamado Ficha de Emergência, a fim de entregar as autoridades públicas, assim que chegarem; e
 
6- Após esse socorro inicial, afaste-se o mais distante possível do local. O vento pode espalhar a nuvem tóxica. Adotando esses procedimentos, com certeza você estará salvando muitas vidas e contriburindo para o pronto atendimento da emergência. 

Fonte:
Polícia Militar de São Paulo

   
Comunicação de Incidentes Químicos Ao Redor do Mundo

Todos os dias, o Conselho Americano de Investigação de Riscos e Segurança Química (CSB - U.S. Chemical Safety and Hazard Investigation Board) recebe informes sobre incidentes químicos ocorridos ao redor do mundo proveniente de fontes governamentais, meios de comunicação, pessoas presentes no local e outras fontes.

O CSB incorpora as informações a bancos de dados que são distribuídos a outras agências governamentais e a órgãos interessados em segurança química, e as utiliza para decidir sobre o envio de equipes de investigação, baseando-se também em informações suplementares recebidas após o informe inicial.

Em julho de 2001, por exemplo, o CSB despachou seis investigadores para o local onde havia ocorrido a falha catastrófica de um tanque de ácido sulfúrico na refinaria de Delaware da empresa Motiva Enterprise. O incidente ocorreu durante trabalhos de manutenção perto do tanque, havendo liberação de ácido e material inflamável que entrou em ignição ferindo oito pessoas e matando uma. Para maiores informações sobre o acidente da Motiva, ver “Inside the Beltway” na página 30.

   
Voltar | Topo | Indicar a um amigo | | Imprimir | Início
 

Home  |  Política de Privacidade  |  Mapa do Site  |  Anuncie no PP  |  Fale Conosco

2009 Produtos Perigosos. Todos os direitos reservados. Política de privacidade

Área restrita: E-mail: Senha: Lembrar senha
 
Nipotech