Home > P.P.News (Assine Já) > Clipping PPNews > Seminário de Legislação do Transporte de Produtos Perigosos é sucesso no Setcepar

Seminário de Legislação do Transporte de Produtos Perigosos é sucesso no Setcepar

Na tarde do dia 22 de fevereiro, empresários associados lotaram o auditório do Setcepar para o Seminário de Legislação do Transporte de Produtos Perigosos, realizado pela entidade com o apoio da Suatrans. A palestra foi conduzida pelo experiente consultor, Márcio Oliveira.

Desde dezembro do ano passado (2017), a Resolução ANTT 420/04 foi revogada, sendo substituída pela Resolução ANTT 5232/16. De acordo com o consultor da Suatrans, Márcio Oliveira, foram atualizadas várias questões que merecem atenção dos empresários que atuam nesse segmento.

“Foram atualizadas, principalmente, informações de documento fiscal e exigências do transporte. O preenchimento de documento é um ponto fundamental para que não ocorram multas administrativas”, considera.  

O palestrante abordou, as principais mudanças da Resolução ANTT 5232/16 e a aplicação das informações descritas nas normas técnicas da ABNT sobre o Transporte de Produtos Perigosos. Além disso, falou sobre a estrutura da Regulamentação do Transporte.

Márcio reforça que as mudanças também foram realizadas na identificação dos veículos, além do aumento na lista de produtos perigosos que passou de 3376 para 3534 itens, demonstrando que é fundamental que o empresário tenha conhecimento da legislação.

 “A fiscalização hoje está baseada na nova resolução, exigindo que os empresários tenham conhecimento em sua totalidade, para que não sofram penalidades administrativas”, argumenta.

“Foi extremamente importante receber a Suatrans na entidade para esclarecer esse assunto que gera tantas dúvidas em nossos associados. O transporte de produtos perigosos se constituiu numa indústria de multas, devido a cada município ter a sua normatização. Temos a intenção de estabelecer ações  como este seminário com maiorfrequência, maior interaçãocomo os órgãos públicos controladorese intensificar treinamentos, procurando melhorias ao setor, reduzindo volumes de infrações”, afirma o superintendente do Setcepar, Antônio da Rocha.

Créditos: SETCEPAR Transporte e Logística

 
 
Voltar | Topo | Indicar a um amigo | | Imprimir página | Início
 

Home | Política de Privacidade | Mapa do Site | Anuncie no PP | Fale Conosco

2009 Produtos Perigosos. Todos os direitos reservados. Política de privacidade

Área restrita: E-mail: Senha: Lembrar senha
 
Nipotech